quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Férias parte IV - Sevilha, o Hotel

Esta foi a terceira vez que estive em Sevilha mas foi como se fosse a primeira. Desta vez estive de olhos bem abertos e pés bem assentes, ao passo que das outras vezes foram idas de passagem!
Sevilha é maravilhosa. Sevilha tem vida. Sevilha tem encanto, tem alegria. Como cantam os Los Del Rio:
"Sevilla, tan sonriente, yo me lleno de alegría cuando hablo con su gente, Sevilla enamora al cielo, para vestirlo de azul, capazo duerme en Triana, Y la luna en Santa Cruz... Sevilla tiene un color especial(...)"

Assim sendo, em relação a Sevilha vou ter de dividir os posts já que há muitas referências e fotos que não quero deixar de partilhar. 
Comecemos pelo hotel. Na escolha do mesmo tínhamos como critérios principais ficar no Casco Antiguo, e que o hotel tivesse um terraço com uma piscina ou jacuzzi, uma vez que sabíamos das temperaturas elevadas que se faziam sentir, e concerteza que iria saber bem ao fim do dia um terraço para relaxar um pouco. Foi assim que chegamos ao hotel Amadeus y la Música
Situado no famoso Bairro de Santa Cruz, este hotel é uma casa senhorial lindíssima rodeada de jasmins (para quem não sabe eu ADORO jasmins!), por isso conseguem imaginar o aroma que aquela pequena estreita e alta rua tem! Na recepção somos recebidos por profissionais de excelência, com uma simpatia e profissionalismo exímios! O hotel não tem garagem, como todos os do centro histórico nem tão pouco há lugar para parar um pouco e descarregar as malas ( ruas estreitas nas quais os carros podem circular a 20km/hora, tendo os peões sempre prioridade), no entanto o civismo e compreensão deixa que se pare um minuto ou dois para deixar alguma bagagem. Quando cheguei à porta do hotel identifiquei-me e já tinha comando, chave e lugar na garagem mais próxima do hotel; este estacionamento é pago ao dia mas vale bem a pena. Impecável e recomendável! 
O hotel tem um vinho de sobremesa e chá de jasmim e laranja sempre frescos e à disposição dos hóspedes, e sabe às mil maravilhas, principalmente o chá fresco e servido com tanto requinte. As zonas comuns são salas com diversos instrumentos musicais os quais podem ser utilizados pelos hóspedes. Os quartos têm um mobiliário clássico. A cama de tamanho extra XXL com uma roupa fabulosa, colchão e almofadas que nos deixam ter um sono descansado de tão confortáveis que são! Nós ficamos no quarto de nome Vivaldi, e tínhamos leitor de CDs com diversos CDs de Mozart e Vivaldi à disposição. 
O terraço... Bem!, o terraço parece daqueles que vemos nos filmes. Se rodassem um filme de nome: "From Sevilha with love", de certeza que este tipo de terraço seria um dos cenários escolhidos. A Giralda e o Real Alcazar estão mesmo ali ao lado, e podemos apreciá-los a tomar um gin ou outra bebida nos confortáveis sofás, nas espreguiçadeiras, ou dentro do jacuzzi. 
O pequeno almoço é servido até às 14h, sim 14h, e são os hóspedes que escolhem o lugar onde querem que o mesmo seja servido: quarto, sala interior com jardim interior ( foi sempre a nossa escolha), ou no terraço; basta telefonar para recepção a informar onde queremos e deixar passar cerca de 20min até terem tudo preparado. Não é um pequeno almoço estilo "enfarta brutos", mas sim um pequeno almoço com produtos frescos, caseiros, que tem o essencial para começarmos o dia a sorrir e cheios de vontade e energia para receber os encantos da maravilhosa Sevilha.
Como o texto já vai longo, deixo fotos para verem como tenho razão ;)



























Sem comentários:

Enviar um comentário