quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Férias parte II - Madrid

Foi com temperaturas de 45 graus de dia e 36/ 34 graus de noite que andamos por Madrid! Tanto calor, tanta gente, tantos turistas de tantas partes do mundo que mal conseguíamos pensar!
Madrid é uma cidade grande, cosmopolita, e cheia de gente, tanta gente que chega a sentir-se alguma desorganização! O calor também não ajudou, o que não significa que não seja uma cidade fantástica.

Tivemos sorte na escolha do Hotel Vincci Soho Madrid. Não sabíamos a surpresa agradável que nos esperava, uma vez que se encontra no centro, a poucos metros do Prado e do Thyssen, tem garagem privativa (arranjar hotel com estacionamento no centro de Madrid é quase uma miragem!), onde o valor que se paga compensa! O hotel é girissimo (curiosamente as fotos da internet não revelam a maravilha que o hotel é ao vivo), tiveram a amabilidade de fazer um upgrade para um quarto maior com varanda voltada para o terraço, o que foi fantástico, uma vez que o silêncio imperou, mesmo no meio da azáfama das ruas que vão dar à Plaza de Santa Ana, que fica a uns metros dali. Um pequeno almoço variado e cuidado com produtos de imensa qualidade, e a atenção que tiveram ao preparar alternativas para a bebé que com o calor perdeu o apetite. recomendo vivamente este hotel, principalmente para quem for de carro, uma vez que deixa de ter preocupação de estacionamento.

Foram apenas duas noites em Madrid, mas para quem for numa escapadinha ficam as dicas:
Visitar o Prado, o Palácio Real, Catedral de Almudena, Parque del Retiro e seu Palácio de Cristal (igual ao que outrora tivemos no Porto e estupidamente destruíram!).
Passear pelas Portas do Sol, Plaza Mayor (que para mim não é a mais bonita de Espanha!), Plaza Santa Ana para comer tapas e pintxos, Calle Cava Baja o de se encontram excelentes restaurantes e o mítico Casa Lúcio, famoso pelos seus "huevos estrellados". Será necessário fazer reserva neste restaurante, uma vez que é muito concorrido e muito bem frequentado, sendo o preferido de D. Juan Carlos.
Mercado San Miguel, onde podemos andar de banca em banca a comer umas tapas, tomar uns sumos naturais, umas cañas bem geladas.
Passear à noite pela cidade é bom mas confuso! Na zona das Portas do Sol encontram-se muitos africanos vendem malas, óculos, selfie-sticks, abanicos, por preços muito reduzidos e de contrafacção! Claro que os preços são apetecíveis mas a actividade é ilegal. Aqui o que não gostei mesmo nada de ver foi o racismo por parte da polícia, acima de qualquer ilegalidade do negócio, demonstrada pela forma como queriam enxotá-los e bater-lhes - não gostei de ver! Também os chineses têm de fugir à polícia por se encontrarem a fazer massagem através do método shiatsu na Plaza Mayor! Eu fiz uma massagem completa, sentada numa lata de tinta, e a meio lá tive de fugir para poder continuar a massagem num outro canto da Plaza. Foi uma maravilha, e todos os que estavam a fazer (e eram bastantes turistas completamente derriados de tanto caminhar ao longo do dia pela cidade), adoraram! Sinceramente seria melhor legalizarem estas actividades num local próprio, ao invés de estarem constantemente a fugir da polícia, sabendo a polícia que passados 5min estarão noutro local!

Deixo as fotos e a certeza de que vale a pena visitar Madrid aos poucos e com menos calor!
























Sem comentários:

Enviar um comentário